C.Morais inicia desenvolvimento na plataforma BIM

É cada vez mais certa a mudança de plataforma de trabalho de arquitetura para o BIM (Building Information Model).

O  BIM - Modelo de Informação da Construção ou Modelagem de Informação da Construção, é um conjunto de informações geradas e mantidas durante todo o ciclo de vida de um edifício. Segundo Jerry Laiserin (analista industrial com foco em tecnologias do futuro para construção) é uma representação digital do processo de construção para facilitar o intercâmbio e a interoperabilidade de informação em formato digital.

O BIM abrange geometria, relações espaciais, informações geográficas, as quantidades e as propriedades construtivas de componentes (por exemplo, detalhes dos fabricantes). Pode ser utilizado também para demonstrar todo o ciclo de vida da construção, incluindo os processos construtivos e fases de instalação.

O BIM pressupõe que quando o arquiteto modela o edifício virtualmente, utilizando ferramentas tridimensionais (Scia Engineer, Allplan, Revit, Bentley Architecture, Archicad, VectorWorks, Tekla Structures, Cype, entre outras), toda a informação necessária à representação gráfica,  à análise construtiva, à quantificação de trabalhos e tempos de mão-de-obra, se encontra no modelo. Desde a fase inicial do empreendimento até a sua conclusão, ou até mesmo referente ao processo de desmontagem e ao fim do ciclo de vida útil do edifício. Todo o processo. Ou seja, a partir do momento em que se desenha uma peça arquitetônica, como por exemplo um pequeno edifício, constituído por quatro paredes, um telhado e uma laje de piso, toda a informação necessária para a sua validação e execução, se encontra automaticamente associada a cada um dos elementos.

Pensando na importância desta nova ferramenta para seus projetos e clientes, a C.Morais está adiantando-se ao movimento e já está começando a desenvolver alguns projetos na plataforma Archicad, uma boa ferramenta disponível no mercado.

 

HIDRA11_3D_BIM

Projeto do edifício Hidra Center (www.construtorajab.com.br) em desenvolvimento na C.Morais Arquitetura utilizando a plataforma BIM.

Para saber mais: (http://www.graphisoft.com/archicad/)

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Carro: objeto a ser desmistificado. Saiba a opinião de alguns urbanistas

Luc Nadal, doutor em urbanismo pela Universidade Columbia (EUA), diretor do ITPD – Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento.

Nadal defende uma cidade compacta. Priorizar a construção perto de onde já exista transporte (linha de ônibus, metro) controlando a expansão das cidades para áreas onde é difícil e caro levar um bom transporte, energia e água. Para Nadal as calçadas também devem ser repensadas para se tornar a caminhada mais agradável e segura, e assim ganhar novos caminhantes.

Jaime Lerner, arquiteto e ex-prefeito de Curitiba que priorizou o transporte público na capital paranaense.

“O carro é cigarro do futuro: Você poderá continuar a usar mas as pessoas vão se incomodar com ele.” O projeto que privilegia corredores de ônibus de Lerner vem sendo copiado no exterior, mas lentamente ganha adeptos pelo país.

Ross Dawson, escritor e empresário Austráliano

“Um dia as pessoas as pessoas vão olhar trás e se perguntar como era aceitável poluir tanto, da mesma forma como hoje pensamos sobre o tempo em que cigarro era aceito em restaurantes, aviões e lugares fechados.”

Leia mais sobre estas questões nos links abaixo e deixe sua opinião.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/06/1473364-plano-diretor-deveria-desestimular-mais-o-carro-diz-arquiteto-frances.shtml

 http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrissima/173430-o-declinio-de-uma-paixao.shtml

http://rauljustelores.blogfolha.uol.com.br/2012/08/11/a-ficha-caiu-na-china-em-10-anos-e-no-brasil/

 

Saiba mais sobre o novo plano diretor de São Paulo, que segue a tendência urbanística do momento, restringindo o espaço destinado a carros na cidade.

 

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/07/1479643-plano-diretor-sera-sentido-em-2-anos-diz-prefeitura.shtml

 

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Cliente da C.Morais ganha prêmio

CSemBrasil

A CSEM Brasil, com edifício sede projetada pelo escritório C.Morais Arquitetura, foi vencedora na categoria de Inovação do prêmio Bom Exemplo, uma iniciativa da TV Globo Minas, em parceria com a Fundação Dom Cabral, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais e o jornal O Tempo.

Buscando competividade economica para o Brasil e maior qualidade de vida para as pessoas, a empresa desenvolve soluções em nanotecnologia para diversos setores. O que antes era importado, agora é possível ser produzido em larga escala pelo CSEM Brasil.

Saiba mais em:

http://redeglobo.globo.com/globominas/noticia/2014/04/csem-brasil-vence-categoria-inovacao-do-bom-exemplo-2014.html

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário

Terrazo Villa na Galeria de Arquitetura

Terrazo Villa, o mais novo projeto concluído pelo escritório C.Morais, foi destaque no site Galeria de Arquitetura, uma referência nas publicações da área de arquitetura, de âmbito nacional.

Vale a pena conferir a matéria!

http://www.galeriadaarquitetura.com.br/projeto/cmorais_/edificio-residencial-terrazo-villa/1256

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Torres residenciais abrigam jardins verticais

Já em fase final de construção na cidade italiana de Milão, duas torres residenciais que abrigam jardins verticais com mais de 17 mil espécimes de plantas, entre arbustos, arboretos e gramado. Foi desenvolvido pelo escritório italiano Boeri Studio com base no conceito Bosco Verticale.

A ideia do projeto é mesclar edifícios de alta densidade populacional com a implantação de áreas verdes em centros urbanos. As estruturas de 80 e 112 metros de altura são rodeadas por cerca de 900 árvores de médio porte, 5 mil arbustos e 11 mil mudas de forração.

“Cobrindo toda a fachada vitrificada, as espécies foram plantadas sobre varandas em balanço, dispostas de forma irregular a fim de conferir fluidez às torres. Criando um microclima, a diversidade ecológica do jardim vertical aumenta a umidade do ar, absorve gás carbônico e partículas de sujeira, além de proteger as unidades da poluição sonora e dos intensos raios solares durante os meses de verão. Esse é um tipo de arquitetura biológica, que se recusa a adotar sistemas estritamente tecnológicos e mecânicos a fim de atingir ecoeficiência, afirmou Stefano Boeri, o arquiteto que assina o projeto.”

“…enquanto nós brasileiros, engatinhamos nos novos valores de “morar” para edifícios residenciais, em vários lugares do mundo, o verde, a real sustentabilidade, o “morar com qualidade“, está se firmando e traçando novas direções para a arquitetura e para as tecnologias de construção…”

CMorais Torres com jardins verticais 03  CMorais Torres com jardins verticais 01 

Saiba mais em:

http://arcoweb.com.br/noticias/arquitetura/torres-jardim-vertical-17-mil-plantas-milao?utm_source=Edicao14052&utm_medium=140528&utm_campaign=NewsletterARCOweb&utm_source=Virtual_Target&utm_medium=Email&utm_content=&utm_campaign=News+140528&utm_term=

Tv Cultura – Materia de Capa – Sustentabilidade do Futuro

http://tvcultura.cmais.com.br/materiadecapa/videos/materia-de-capa-sustentabilidade-do-futuro

 

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

A arte de transformar todo projeto, todo lugar em único.

Com o título, Arquitetura Particular, o escritório CMorais Arquitetura & Negócios estampou a primeira edição da revista do grupo GEMARQ com projetos que, como a titular da empresa, a arquiteta Cristiana Morais diz, “transformam o lugar onde estão inseridos tornando melhor a vida das pessoas que utilizam o espaço”. Além dos 600.000 m2 construídos, a equipe possui outras “particularidades”: criatividade, bom humor e competência.

Revista GEMARC

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Caminhada queima ou gera energia?

Todos nós sabemos que ao caminhar gastamos energia, mas caminhar para gerar energia elétrica para o funcionamento de um prédio, isto é novidade para todos.

Pois é, arquitetos americanos deram esta nova função ao caminhar: um pavimento com placas solares, conectados a um transformador que gera energia suficiente para o funcionamento de um prédio da universidade. A calçada ecoeficiente será patenteada e, em breve, estará disponível no mercado.

Nós estamos torcendo para que esta ideia chegue logo e dê um novo significado para nossas caminhadas.

http://www.arcoweb.com.br/noticias/noticias/arquitetos-americanos-desenvolvem-calcada-capaz-de-gerar-energia

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

México é o primeiro país da América Latino a ter um projeto de Tadao Ando

Tadao Ando4

Uma obra do arquiteto japonês Tadao Ando foi erguida em Monterrey no México: o Centro Roberto Garza Sada de Arte, Arquitectura y Diseño – um centro universitário. A obra é um grande bloco de concreto, mas que ganha leveza pelo seu centro livre remetendo a uma ponte, e dinamismo, por suas curvas suaves e torções.

São seis pavimentos – todos com pé-direito duplos, de 5,4 m. O térreo é livre com passagens que conduzem os alunos, funcionários e visitantes ao interior do prédio. Nos dois primeiros pisos estão os espaços digitais, acima estão as salas de fotografia e de estudo dos tecidos. O quarto andar é dedicado à produção de modelos e o último o departamento de moda. A arena semicircular é um dos espaços mais bonitos, com várias entradas, uma característica do arquiteto.

O arquiteto quis utilizar eficientemente a energia adotando sistemas automatizados de persianas, ventilação e iluminação, aproveitando as condições naturais do lugar. Foram incorporados também sensores de diversos tipos, como de movimento. Outra característica de Ando é a busca pela referência da natureza: cortes diagonais e ranhuras dialogam com as características geológicas das montanhas do local.

Tadao Ando nomeou este projeto como “Porta da Criação” se referindo à entrada dos alunos para uma jornada de criatividade. Como não ser criativo em um local que respira e inspira criatividade.

Esta obra é ainda mais admirável e marcante por ser o primeiro projeto do arquiteto na América Latina.

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

C.Morais está presente na Galeria de Arquitetura

Nosso escritório de arquitetura C.Morais está com três projetos no portal Galeria da Arquitetura: Edifício Comercial São Francisco, Concessionária Automax Fiat e Apartamento em Nova Lima / MG.

Este três projetos se destacam na paisagem urbana de Belo Horizonte.

O primeiro, Edifício Comercial São Francisco, por sua estrutura harmoniosa com terreno: sua entrada é uma continuidade natural do passeio marcada por um grande balanço. O pavimento de pilotis se relaciona com a inclinação da rua, ampliando áreas em comum. Sem contar com o aproveitamento de luz natural e a vista para a Serra do Curral. Um verdadeiro convite para entrar.

Já a Concessionária Automax Fiat, se destaca por uma grande estrutura vermelha com ampla circulação vertical e uma transparência que permite a visibilidade entre os espaços, veículos e desejos.

O apartamento de Nova Lima /MG  se destaca pelo descortinar da vista e pela integração dos espaços. Ao recriar o uso do apartamento, a arquiteta Cristiana Morais integrou o  estar íntimo, com a sala de jantar e as duas cozinhas – uma central e uma para o dia-a-dia . Desta forma ampliou e fortaleceu a convivência da família.

Moldura Imagem.cdr  Moldura Imagem.cdr

Moldura Imagem.cdr

Sobre a Galeria da Arquitetura:  é uma plataforma digital, onde os projetos são apresentados de forma estruturada, com conteúdo de alta qualidade. A Galeria da Arquitetura possui o maior acervo nacional de imagens e informações sobre as realizações da arquitetura brasileira. Um serviço da maior importância para comunicar o que a arquitetura nacional está produzindo, mostrar a criatividade dos escritórios, fomentar a cadeia produtiva e integrar os protagonistas dos projetos.

Ficou curioso, clique aqui

 

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

C.Morais fará parte da publicação da revista do Gemarq, que sairá em breve

A revista Gemarq (Grupo de Empresas Mineiras de Arquitetura e Urbanismo) fará uma publicação sobre o escritório C.Morais Arquitetura. Também não é para menos, nosso escritório tem se destacado com projetos que se preocupam em interagir e se relacionar com ambiente natural onde é erguido, porém buscam mudar o cenário urbano, transformando a região, impondo beleza, elegância e modernidade.

Estamos ansiosos aguardando esta publicação! Parabéns a toda equipe do escritório C.Morais Arquitetura.

http://www.gemarq.org.br/site2010/

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Fica pronto em São Paulo o Edifício 360°, de autoria do arquiteto Isay Weinfeld

Formado pela FAU/Mackenzie, Isay Weinfeld atua, além da arquitetura, em áreas como cenografia, cinema e desenho de mobiliário. Com este currículo, fica fácil entender, mas difícil definir o Edifício 360º: casas suspensas que interagem com as casas locais como em um cenário de um filme, ou um mobiliário suspenso no horizonte?

Na avaliação de Weinfeld, o 360º seria uma nova maneira de pensar a habitação multifamiliar verticalizada, escapando ao convencionalismo que empilha unidades de apartamentos, compactas e encerradas. O 360º são casas suspensas com quintal para atender ao mercado e ao cliente: “Pouco é o tempo que resta ao lazer e poucas as opções para se fazê-lo em atividades ao ar livre”.

“Quintais de fato – não terraços -, projetados como verdadeiros espaços de estar, amplos, iluminados e arejados”, salienta Weinfeld.

São 62 apartamentos, 7 tipos diferentes, 3 dimensões diferentes em 19 pavimentos onde cada um encaixa-se no outro de forma diferenciada, tornando uma composição volumétrica diferenciada: sem frente, nem lado, nem fundo. (Fonte site arcoweb.com.br)

Ficou curioso? Vale a pena conferir em:

http://www.arcoweb.com.br/arquitetura/isay-weinfeld-edificio-360-sao-paulo-18-09-2013.html

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Tendências que norteiam o pensamento urbanístico da atualidade

Uma cidade é projetada para os carros ou para as pessoas?

Ela cresce para cima, ou se espalha horizontalmente?

O Novo Urbanismo, um movimento informal de arquitetos, projetistas e planejadores que tem florescido desde os anos 1990, responde a essas perguntas fundamentais sobre a vida urbana por meio da promoção dos seguintes princípios:

- cidades compactas e de alta densidade
- “caminhabilidade”
- trânsito de massa
- uso misto do solo

As exigências impostas pelos carros dominaram a urbanização moderna, levando a cidades segregadas e insustentáveis, dependentes de petróleo barato. O novo urbanismo propõe que o nosso conceito de cidade deva mudar.

As cidades são responsáveis por dois terços das emissões globais de gases de efeito estufa. Elas consomem enormes quantidades de energia e água, esgotam o solo e derrubam florestas e atuam como ímã, atraindo indústrias e automóveis que poluem.

Por outro lado, a concentração de grande número de pessoas em um espaço compacto significa que você pode fornecer eletricidade, água, alimento e transporte de modo mais eficiente e com menos desperdício. Trabalho, moradia, escola e serviços estão mais próximos.

O texto acima, de James Tulloch, responde à pergunta inicial: as cidades não são construídas, nem pensadas para o pedestre. Eles não são prioridades nos planejamentos, assim como quem usa a bicicleta para se locomover. Se houvessem ruas mais agradáveis de se caminhar, mais frescas, sombreadas, floridas ou com árvores frutíferas, muitos deixariam o carro e até mesmo o transporte público para andar a pé. Sem contar no benefício para saúde da população.

Em 2011 uma pesquisa  americana constatou que, pela primeira vez em 100 anos, a população nos centro urbanos cresceu mais que nos subúrbios. A revitalização dos  centros das cidades têm acontecido de uma maneira ainda bem lenta. Ruas 24 horas, ciclovias, espaços culturais reformados são algumas ações realizadas para o acesso de quem caminha.

Pensar em uma cidade para o pedestre pode trazer a tona o humanismo que tanto tem faltado ao nosso cotidiano.

Porém, cada um pode contribuir à sua maneira: deixe o carro 1 vez por semana em casa, caminhe pelo seu bairro, descubra o comércio vizinho, faça compras próximo de sua casa, faça uso das praças, conheça as pessoas que caminham e trabalham nos arredores.

Você se encantará com este novo olhar sobre a mesma cidade!

Algumas cidades estão sendo pensadas e criadas como ecocidades: Dongtan e Masdar – Abu Dhabi

Dogtan Masdar

Fonte de consulta:

http://sustentabilidade.allianz.com.br/demografia/urbanizacao/?1532/cidades-verdes-novo-urbanismo

http://ideas.time.com/2013/07/31/the-end-of-the-suburbs/

 

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário

Participação da C.Morais na IV Conferência de Política Urbana de Belo Horizonte

Este ciclo de debate trata da discussão, entre a Prefeitura Municipal e os cidadãos, dos novos parâmetros a serem incluídos na legislação da cidade.

O escritório de arquitetura C.Morais está participando com um 1 delegado e 1 suplente eleitos. Cristiana Morais será Titular pelo Setor Técnico.

Este evento estará acontecendo entre o mês de abril e maio. Ao todo serão 4 Conferências Abertas.

A Conferência Municipal de Política Urbana de Belo Horizonte é o mais importante momento de participação comunitária no planejamento urbano, pois define as principais alterações do plano diretor e das leis urbanas, para os próximos quatro anos.”

Mais informações no site:

http://gestaocompartilhada.pbh.gov.br/noticias/2014/01/iv-conferencia-municipal-de-politica-urbana

Publicado em Sem categoria | Com a tag , , , | Deixar um comentário